quinta-feira, 15 de outubro de 2009

À espera de um milagre

À espera de um milagre
João 5:1-14


Introdução

Quero tomar emprestado como título deste sermão o filme protagonizado por Tom Hanks que conta a história de um homem condenado injustamente que está no corredor da morte aguardando a execução. O nome do Filme é À Espera de um Milagre. Semelhantemente, a luz do texto de João capítulo 5, encontramos um homem que também está à espera de um milagre. Embora não esteja no corredor da morte, este paralítico está condenado a passar o resto dos seus dias nessa condição.
O evento de João 5 tem como cenário o Tanque de Betesda. O próprio texto afirma que “Nestes, jazia uma multidão de enfermos, cegos, coxos, paralíticos esperando que se movesse a água. Porquanto um anjo descia em certo tempo, agitando-a; e o primeiro que entrava no tanque, uma vez agitada a água, sarava de qualquer doença que tivesse” (v. 3-4). A crença na descida de um anjo gerou expectativa em muitos enfermos, provocando assim um ajuntamento de pessoas que estavam desenganadas pela medicina e aguardavam unicamente uma intervenção divina para solução de seus problemas. Todas essas pessoas estavam à espera de um milagre.
Entretanto, a Bíblia diz que Jesus desce ao encontro de um homem. Senão, vejamos:

Quem é esse homem?
1 – Um colecionador de fracassos
Estamos diante de um homem que sabe exatamente o significado da palavra fracasso. São 38 anos de tentativas frustradas. São 38 anos de experiências negativas. O histórico desse homem está marcado por decepções. Há 38 anos esse homem vê pessoas sendo curadas, mas ele não alcança a cura. Há 38 anos ele testemunha outras pessoas sendo beneficiadas pelo agito das águas, mas ele mesmo ainda está a esperar.
Muitas pessoas se encontram nessa mesma condição. Estão há tanto tempo esperando um milagre de Deus em suas vidas. Já ouviram tantos relatos e testemunhos de pessoas que foram abençoadas, mas simplesmente parece não chegar a sua vez de experimentar na sua própria vida aquilo que evidencia na vida de outras pessoas.

2 – Alguém abandonado.
Quando Jesus lhe dirige a seguinte pergunta: “Queres ser curado?” (v. 6) ele prontamente responde: “Não tenho ninguém...”(v. 7). Esse homem expressa sua realidade de abandono. Abandonado pela família. Abandonado pelos amigos. Abandonado pela sociedade. Abandonado pelo Estado. Não há nada mais terrível do que o sentimento do abandono.
Pior do atravessar uma doença é atravessar uma doença sozinho. Pior do que estar no hospital, é estar no hospital sozinho. Não ter ninguém ao seu lado. Ele não contava com a solidariedade de ninguém. Em nome da fé pode-se criar um ambiente de competição, estresse, disputa e tensão. Naquele lugar, todos eram adversários, querendo um milagre. Havia uma concorrência em busca de milagres.

3 – Alguém que carrega um sentimento culpa (v. 14).
Não há consenso entre os comentaristas, mas o fato é que o verso 14 traduz uma idéia de que sua condição de paralisia se deu como conseqüência direta do seu pecado. Jesus advertiu-o, dizendo: “Olha que já estás curado; não peques mais, para que não te suceda cousa pior” (v. 14). A Idéia que o texto passa é que ele estava naquela condição em função do seu pecado. Se essa interpretação for verdadeira, com certeza esse homem carrega um enorme sentimento de culpa. Afinal, seus próprios caminhos o conduziram a uma vida de enfermidade.

Qual a reação de Jesus?
1 – Enquanto todos vão à Jerusalém em direção à festa, Jesus se dirige ao Hospital da cidade (v. 1-2).
O texto é categórico ao afirmar que havia uma grande festa em Jerusalém. Possivelmente a Páscoa ou a Festa dos Tabernáculos (celebrações responsáveis por grandes ajuntamentos em Jerusalém). Contudo, enquanto todos se dirigem ao banquete, Jesus vai em direção dos aflitos. Jesus disse: “os são não precisam de médicos, e sim os doentes” (Mt 9:12). Portanto, se você é alguém enfermo, doente, alguém que está a espera de um milagre..., você está no lugar certo.
Você está em Betesda! A palavra Betesda significa Casa de Misericórdia. Aqui não apenas os anjos descem para mover as águas, mas o próprio Cristo se faz presente para curar o seu povo. Jesus se dirige a um lugar onde havia uma multidão de doentes. Havia doentes de todas espécies. Um aglomerado de pessoas enfermas. Todas em busca do mesmo objetivo: ser curado! O que atraía as pessoas para aquele lugar era a expectativa de saírem dali curadas.

2 – Jesus está diante de uma multidão, mas vai em busca de um único homem.
Isso é simplesmente impressionante! Vemos aqui o valor de um indivíduo para Deus. Esse texto declara que Deus te vê no meio da multidão. Para Deus, você não é apenas mais um. Jesus moda todo o seu itinerário para encontrar-se com um único homem. Parafraseando o rabino Abraham Heschel: “a grande diferença entre o cristianismo e todas as outras religiões do mundo é exatamente esta: nas outras religiões o homem está tentando desesperadamente buscar Deus, enquanto no Cristianismo, o homem está terrivelmente perdido e, por isso, Deus vai em busca do homem para salvá-lo”.
Jesus vai em busca daquele homem:
2.1 - Jesus vê (v. 6). No meio daquela multidão, os olhos de Jesus alcançam aquele homem. O profeta Isaías já sinalizava sobre o olhar misericordioso de Deus “Porque a minha mão fez todas estas cousas, e todas vieram a existir, diz o SENHOR, mas o homem para quem olharei é este: o aflito e abatido de espírito e que treme da minha palavra” (Isaías 66:2).

2.2 – Jesus sabe (v. 6). Essa expressão revela a onisciência de Deus. Servimos a um Deus que sabe e conhece todas as coisas. Jesus conhecia o histórico daquele homem, bem como seu drama e sua dificuldade em alcançar um milagre. Não há nada que escape ou fuja do seu controle.

3 – A intrigante pergunta de Jesus
Queres ser curado?”. Parece meio fora de ordem essa pergunta de Jesus. Evidentemente, se aquele homem estava ali é porque alimentava em seu coração a expectativa de ser curado. Essa pergunta, basicamente, foi a mesma pergunta que Jesus fez ao cego Bartimeu: “Que queres que eu te faça?” (Lc 18:41). Obviamente, Bartimeu estava a procura da restauração da sua visão. Entretanto, parece-me muito claro que Jesus desejava ouvir a confissão por parte deles.
A confissão é algo muito importante na vida cristã. Devemos confessar ao SENHOR não apenas nossas faltas e pecados, como também nossas limitações e, sobretudo, nossa total dependência da graça dEle em nós. Após confessar diante de Jesus sua condição e real necessidade, o paralítico de Betesda finalmente, após 38 anos de espera, alcança um milagre. Contudo, dessa vez um anjo não desceu do céu para agitar a água; foi o próprio Deus quem desceu do seu trono de glória para encontrar-se com ele.


Rev. Daniel Sampaio Mota

14 comentários:

  1. DEVEMOS FAZER A NOSSA PARTE, ATÉ QUE JESUS NOS PERCEBA E FAÇA O MILAGRE TANTO ESPERADO POR NOS
    EMERSON FERNANDES
    MINISTRO DE LOUVOR
    IEQ QUADRANGULAR DE MOGI DAS CRUZES

    ResponderExcluir
  2. DEVEMOS CRER QUE NA HORA CERTA O MILAGRE VAI ACONTECER

    ResponderExcluir
  3. tudo que eu esperava dessa mensagem.
    Gloria a Deus por isso e por sua vida.

    ResponderExcluir
  4. Palavra abençoada, que Deus abençoe sua vida.

    ResponderExcluir
  5. Palavra abençoada, que Deus abençoe sua vida.

    ResponderExcluir
  6. Deus abençoe!! Palavra revelada... Deus falou muito ao meu coração e acrescentou no meu esboço...
    Deus abençoe seu ministerio pastor.

    ResponderExcluir
  7. Deus abençoe!! Palavra revelada... Deus falou muito ao meu coração e acrescentou no meu esboço...
    Deus abençoe seu ministerio pastor.

    ResponderExcluir
  8. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  9. Estudo maravilhos, palavra poderosa!DEUS abençoe grandemente o autor dessa mensagem.
    Estou há ja quase 20 anos esperando o meu milagre, continuarei firme em meus propositos e esperando ouvir a voz poderosa do Senhor Jesus me dizer queres ser curado?
    DEUS abençoe a todos!
    chris_ja17@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  10. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  11. Sofri um acidente de moto, e estou quase 20 anos que ando em uma cadeira de rodas,tinha pouco mais de 20 anos na época hoje estou com 40,porem desdo inicio do acidente nunca perdi as ESPERANÇAS em DEUS de que um dia sairei da cadeira de rodas e em nome de Jesus, voltarei a andar,glória a DEUS por isso..JESUS É BOM!!

    ResponderExcluir
  12. Sofri um terrivel acidente de moto, e estou quase 20 anos andando em uma cadeira de rodas.
    MAS NUNCA PERDI A ESPERANÇA EM DEUS, DE QUE UMA DIA VOLTAREI A ANDAR E SAIREI DA CEDEIRA DE RODAS..JESUS É BOM!!

    ResponderExcluir
  13. Estudo maravilhos, palavra poderosa!DEUS abençoe grandemente o autor dessa mensagem.
    Estou há ja quase 20 anos esperando o meu milagre, continuarei firme em meus propositos e esperando ouvir a voz poderosa do Senhor Jesus me dizer queres ser curado?
    DEUS abençoe a todos!
    chris_ja17@yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  14. Estudo maravilhos, palavra poderosa!DEUS abençoe grandemente o autor dessa mensagem.
    Estou há ja quase 20 anos eserando o meu milagre, continuarei firme esperando a potente mão do Senhor Jesus me dizer queres ser curado?
    DEUS abençoe a todos!
    chris_ja17@yahoo.com.br

    ResponderExcluir